Salomão

Mensagem

      

Cursos

“Adoração e louvor  são  armas  para a batalha. Cantar profeticamente para o inimigo a respeito da bondade de Deus e sobre a sua derrota pode trazer-nos a vitória. Moisés e os filhos de Israel cantaram após passarem pelo Mar Vermelho. Miriã, a profetiza, e as mulheres se ajuntaram  tocando  tamborins  e dançando.  A canção  incluía  uma porção  profética  sobre a  derrota  do  inimigo em Canaã”: (Êx.15.14-16). Moisés, Miriã e os outros estavam cantando a respeito da derrota dos inimigos em Canaã. Eles cantaram que os cananeus estavam tomados de terror e espanto e se quedaram imóveis como pedra. Provavelmenteeles não acreditavam naquilo que estavam cantando, pois eles vaguearam pelo deserto, temendo o povo de Canaã. Os espias de Israel que foram mandados à terra dos cananeus voltaram com a seguinte mensagem:
“Eles nos fazem parecer pequenos como gafanhotos”(Num.13.33). Mas todo aquele tempo os cananeus estavam escondidos atrás das muralhas de Jericó, com pavor e terror de Israel. Mas por que os cananeus estavam cheios de pavor e terror? Eles tinham  ouvido  sobre o que aconteceu aos cavaleiros de Faraó e seu exército no Mar Vermelho. Como foi que ouviram? A canção profética liberou aquilo  que é  chamado de dinâmica espiritual, a qual fez com que os cananeus, ao ouvirem a história, se desencorajassem e temessem.  Muitas vezes,  canções e músicas proféticas liberam poder para manter a vitória por muitos anos. Quarenta após Ter sido entoada aquela canção no  deserto, os  cananeus  ainda  estavam cheios  de  pavor  e terror  dos israelitas.  Josué e a  nova geração que nasceu no deserto viram a manifestação da canção profética entoada por Moisés. Espiões  foram enviados  para observa r a terra, especialmente  Jericó.  Eles encontraram  ajuda com  uma mulher  chamada Raabe. Ela escondeu os espiões quando o rei de Jericó enviou seus homens para capturá-los. Raabe falou sobre o sentimento dos cananeus: (Josué 2.8-11).
 Pense sobre isso! Mais de quarenta anos antes, uma canção profética foi entoada. Agora Raabe estava dizendo exatamente a mesma coisa que havia sido cantada a uma geração anterior. O poder de Deus é liberado por meio de canções e músicas proféticas como parte da intercessão profética. A música pode trazer escravidão ou libertar os cativos. Davi era um músico guerreiro. Era exímio tocador de harpa. Um espírito maligno perturbava o rei Saul, deixando-o atormentado, e Davi era enviado para tocar sua harpa durante esses momentos de angústia do rei. Como resultado, Saul era liberto desse espírito (I Sam.16.23).  “Notem que foi puramente pela execução de uma música ungida, tocada por um hábil instrumentista, que o espírito maligno se retirou de Saul. Nenhum médico o havia tratado. Não foi um tranqüilizante que reprimiu a angústia trazida pelo espírito maligno. Foi o poder de Deus na harpa tocada por Davi que libertou Saul. Davi não cantou nenhuma palavra. A unção estava sobre o instrumento e a música que dele saía rompeu as amarras que mantinham Saul preso ao espírito maligno”.
A música profética faz muito mais do que apenas nos fazer sentir bem. Uma dinâmica espiritual é liberada para levar os cativos à liberdade. O Senhor tem levantado músicos e cantores Curso de Qualificação - Igreja da Comunhão Ágape - 35 proféticos nos dias de hoje, os quais estão envolvidos com intercessão profética. Existe uma harmonia na união da intercessão e da adoração.  “Jesus não é apenas o Cordeiro de Deus, mas é também o poderoso Leão de Judá. O Leão de Judá tem rugido contra os poderes espirituais das trevas. O poderoso rugido tem crescido em volume e poder por intermédio do grande exército de guerreiros espirituais. O rugido do louvor, adoração e batalha está crescendo e se intensificando por todo mundo. Está ascendendo às regiões celestes. Está começando a destruir as fortalezas satânicas e a derrubar principados demoníacos. A intrepidez do Leão de Judá está começando a ser conhecida de Seus santos.
É impossível parar o mover do louvor, da adoração e da intercessão. Guerreiros do louvor, guerreiros da adoração e guerreiros da oração têm sido levantados pelo Espírito de Deus aos milhares pelo mundo. A construção desse vitorioso exército continuará até que um poderoso mover se faça sentir nas regiões celestes. A combinação do louvor e da intercessão é um instrumento de guerra formidável. Relativamente, poucos cristãos reconhecem que o louvor em si mesmo é uma das mais poderosas armas da batalha espiritual que temos à nossa disposição. As Escrituras dizem que Deus habita nos louvores do Seu povo (Salm.22.3). A música profética destranca os milagres e coloca em liberdade os cativos (Salm 149.6-9). O verso 1 deste mesmo Salmo diz: Cantai ao senhor um cântico novo. Um cântico novo é um cântico profético. Por intermédio da música profética, da canção e brandindo armas é que o povo de Deus pode trazer juízo ao inimigo. Deus tem prazer de estar ao lado daqueles que primeiramente vieram ao Seu lado numa celebração profética de Sua vitória! Que Deus nos ajude ser instrumentos onde o Seu poder pode se manifestar através da intercessão e adoração profética. E o nome do Senhor Jesus seja glorificado em cada situação. Amém.

Pesquisa no site

Presente de Deus

Devocional

Devocional Diário | Itamari BA 

Visitantes online

Temos 436 visitantes e Nenhum membro online

Ver quantos acessos teve os artigos
4416776

Revista

    

MENSAGEM BÍBLICA DE CURA

A PROFECIA

Resultado de imagem para você é o melhor de deus

A Profeta

 

dombroski.com

Versículo

¹ Os líderes do povo passaram a morar em Jerusalém, e o restante do povo fez um sorteio para que, de cada dez pessoas, uma viesse morar em Jerusalém, a santa cidade; as outras nove deveriam ficar em suas próprias cidades.
² O povo abençoou todos os homens que se apresentaram voluntariamente para morar em Jerusalém.

Neemias 11:1,2