Escolha o idioma

Rei Davi

Teledramaturgia - Rei Davi

Mensagem

      

Cursos

caixa de promessas

 A palavra nos diz que muitos serão chamados, mas poucos serão escolhidos, é isto que Deus tem feito, chamou realmente muitos, mas os escolhidos serão os que irão se apresentar para a obra realmente, vamos entender o que diz esta palavra de Jesus que está desta forma escrita em Mateus 22.14.

Jesus termina sua história, pronunciando o aforismo que resume o significado da parábola: “Porque muitos são chamados, mas poucos, escolhidos”.

Assim é a parábola:-

As Bodas

Esta parábola é, como as outras, sobre o Reino dos Céus. Conta a história de um rei que deu um banquete de casamento para seu filho (Mt 22.2). Bodas de casamento tem importância significativa na Bíblia. Em última análise, é o dia em que Deus reunirá todos os seus redimidos e eles desfrutarão de sua presença em completa santidade e alegria.

Ao mandado do rei, os convites para o banquete sāo distribuídos. Os servos do rei são “enviados… a chamar os convidados para as bodas; mas estes não quiseram vir.” (Mt 22.3) Eles oferecem uma série de desculpas e maltratam os servos, então o rei os castiga (Mt 22.5-7). O rei então despacha seus servos: “Ide, pois, para as encruzilhadas dos caminhos e convidai para as bodas a quantos encontrardes” (Mt 22.9).

Jesus está descrevendo aqui a oferta do Evangelho, primeiro aos judeus e depois aos gentios. A nação judaica havia rejeitado decisivamente a oferta que Deus lhes fez através de seus profetas. Por tal rejeição, Jesus anunciou o julgamento que Deus iria trazer — a destruição de Jerusalém pelos exércitos romanos em 70 d.C. Mas na providência de Deus, essa rejeição é a ocasião em que o Evangelho é estendido aos gentios. O resultado é que “a sala do banquete ficou repleta de convidados” (Mt 22.10).

Mas então algo inesperado acontece.

O rei se junta a seus convidados e descobre “um homem que não trazia veste nupcial” (Mt 22.11). O homem não consegue explicar porque está sem veste. Em um ato de julgamento escatológico, o rei ordena a seus servos: “Amarrai-o de pés e mãos e lançai-o para fora, nas trevas; ali haverá choro e ranger de dentes” (Mt 22.13). Jesus termina sua história, pronunciando o aforismo que resume o significado da parábola: “Porque muitos são chamados, mas poucos, escolhidos” (Mt 22.14).

E preciso refletir sobre toda a parábola para o entendimento do que Jesus quis dizer aqui.

O chamado nesta parábola é a convocação ou convite de Deus por meio de seus servos.
Os servos eram os profetas no Antigo Testamento.
Esse chamado conclama os ouvintes a se arrependerem e crerem nas boas novas que os servos proclamam.

É possível recusar, como muitos judeus fizeram, mas os que  recusam o chamado são considerados culpados.

Mas também temos os que respondem ao  chamado, porém de forma correta, se apresentam de qualquer jeito, afrontando Deus com o seu mal comportamento, ou no caso com vestes não apropriadas, o que aqui significa não de acordo com o solicitado no chamado. O homem sem a veste nupcial em 22.12 presumivelmente respondeu ao convite. Mas sua falta de vestimenta prova que ele não faz parte das bodas, e é justamente banido. 
Foi desta forma que muitos dos chamados se apresentaram e por isso não permaneceram para a conclusão da obra.
Assim Deus me fala outros serão chamados e os que passarem pelo julgamento concluirão a obra de Deus.


Maria do Rocio
                             

Página 1 de 539

Pesquisa no site

Presente de Deus

                                                                                               30 frases de presente de Deus para bendizer as graças

Devocional

 

Visitantes online

Temos 291 visitantes e Nenhum membro online

Ver quantos acessos teve os artigos
4521093

MENSAGEM BÍBLICA DE CURA

A Profeta

      

Eventos

A Profecia

Resultado de imagem para você é o melhor de deus

Revista Luzeiro

dombroski.com

Versículo

 Tu a quem tomei desde os fins da terra e te chamei dentre os seus mais excelentes, e te disse: Tu és o meu servo, a ti te escolhi e não te rejeitei. Não temas, porque Eu sou contigo; não te assombres, porque Eu sou teu Deus: eu te esforço, e te sustento com minha destra da minha justiça.
Eclesiastes 9:4

 

Contador de visitas