Escolha o idioma

Mensagem

      

TESTEMUNHOS


CAPITULO I

A OBRA FÍSICA COMEÇOU

No dia 3 de abril de 2009, uma porta foi levantada e quando olhamos para dentro deu vontade de sair correndo, seria muito trabalho; La dentro tinha de tudo, marimbondo, butucas, ratos, cupim aos montes, mamangava e até uma cobra apareceu para uma visita. Era tudo muito nojento, estas são algumas fotos desta época, estas fotos foram tiradas depois de jogarmos fora 2 caminhões cheios de lixo: Foram meses de trabalho; Ao final de seis meses ainda estávamos fazendo a cozinha:
---------

Neste primeiro ano iniciamos os cursos, e também se deu início as atividades do templo. Um obreiro, marido de uma amiga que esteve nestes últimos anos muito próximo, enquanto estávamos em outro ministério, agora estava pregando no projeto, havia um compromisso meu com Deus de que eu iria ajudá-lo, ou melhor Deus me mostrou que ele será um dos pastores do projeto, assim sendo o convidei para começar este trabalho e esperar para que se cumpra o que me foi dito, tudo no tempo de Deus. O templo já se encontrava em condições de uso: -
---------                      

O pastor continuava no curso de teologia e vinha duas vezes por semana para me ajudar com o trabalho, mesmo que isso representasse muito esforço assim era. O pastor sofreu um acidente de moto e foi com dificuldade que retornou após meses de recuperação, também este acidente Deus me havia mostrado , ou me mandou falar, certo dia enquanto conversávamos eu disse a ele que só seria pastor se estivesse mancando, assim foi, andou com muletas por algum tempo, mas graças ao Senhor esta bem e trabalhando na obra. quanto a mim ainda estava procurando tempo para fazer tudo, dar aulas de cozinha, aulas de artesanato, cuidar de toda a parte financeira que e de minha responsabilidade e continuava buscando ajuda. glorificando ao Senhor pois já me apresentava a Ele como a pastora que foi designada para levar a palavra de Deus, aprendi algumas coisas com o pastor que me incentivava bastante tanto a ler a palavra, não que eu não a lesse, mas também lia muitos livros.

Seguimos em frente com as programações ainda sem entender algumas coisas, trabalhávamos e orávamos para que Deus estivesse a frente de tudo, pois o projeto neste segundo ano parecia só engatinhar, ainda assim fizemos muita coisa e chegamos ao aniversário com o templo funcionando, a escola funcionando, já com o site e muito papel em circulação de mão em mão para sem saber de onde viria ajuda, muitos projetos apresentados e muita vontade de crescer, mas sabia que o tempo é de Deus e que o esforço por mim dispensado muitas vezes resultou em nada. Na página de eventos do projeto estão as imagens do aniversário. Muitas das coisas que estou relatando aqui estão em eventos, agenda e na página de fotos. 
--------

CAPÍTULO II

UM TESTEMUNHO ESPECIAL

O Senhor sempre a frente de tudo, certo dia um pastor de Londrina – Paraná, chegou no projeto na tarde de uma sexta fera e logo ao entrar me disse:- “O Senhor me mandou aqui para te ungir como pastora ”, bem eu respondi com toda arrogância que não era pastora e nem tinha a intenção de ser ou ter qualquer cargo reconhecido como nas igrejas, estava fora dos meus propósitos e disse a ele que perdera a viagem. Pastor Sergio, este e o nome dele e ai estão as fotos com ele, neste período, foi muito paciente e me disse para orar, disse que iria orar sim, mas se Deus me queria pastora Ele mesmo teria que me dizer isto. Ainda assim pastor Sergio disse vamos orar e você tem até o culto de sábado a noite para responder, se sim, vou te ungir, se não vou embora no domingo a tarde. Assunto em suspense fui para casa, orei, dormi, voltei no dia seguinte e ainda não tinha mudado de ideia, não queria mesmo este título, que era o que representava para mim na ocasião. A noite tivemos o culto, pastor Sergio foi quem levou a palavra e ministrou a todos e então ao final do culto ele disse vamos orar porque no dia seguinte iria embora, demos as mãos em circulo, todos os que estavam ainda no templo e começamos a orar, neste período fiquei totalmente entregue ao Senhor e enquanto isso acontecia, um SER, lindo todo de branco, se apresentou na minha frente e disse, EU VIM TE UNGIR, DE UM PASSO A FRENTE, eu dei, e quando abri os olhos, estava em frente ao pastor Sergio, ainda muito tremula e meio sem voz pelo que tinha acontecido. Resumindo pastor Sergio foi quem testificou a minha unção como pastora, agradeço a ele por não ter desistido antes. AMO JESUS, por me tratar assim, não me deixando em dúvida.
-------

CAPÍTULO III MUITA GENTE NOVA

Neste período recebemos muitas visitas de várias cidades, pastores, missionários, alguns até manifestaram o interesse em ficar no projeto, mas não tinham o entendimento dele, viam o projeto como uma igreja e isso tornava inviável a permanência para fazer a obra conosco. Muitas pessoas vieram dizendo que queriam ajudar, mas se foram em muito pouco tempo, muitas foram as palavras contrárias, muitas críticas não construtivas, construtivas também e não generalizamos nada, muitos aproveitadores tentando se dar bem, isso tudo para que eu pudesse entender que só Deus é que poderia ser a salvação do projeto; Como Deus nunca falha e sempre cumpre o que promete, aqui ficou só o desabafo e a experiência. -----------------------------------

Muitas pessoas novas estiveram conosco e algumas muito especiais, tivemos algum trabalho em colocar estes novos irmãos, mas o que é da vontade de Deus é que se deve considerar.

CAPÍTULO IV TEMPLO DE PIRAQUARA

Também neste período abrimos o templo em Piraquara, onde trabalhamos por alguns meses. Uma jornada de trabalho muito exaustiva se iniciou com a abertura deste templo, em Guaratuba era apenas um culto, mas em Piraquara eram dois. Eu saia de Guaratuba todos os domingos sem saber se chegaria a tempo em Piraquara, mesmo sendo inverno a subida da serra no domingo e muito complicada, além de domingo ainda tínhamos o culto de quarta feira e em todo o período que o templo esteve aberto só deixei de subir nas festividades de final de ano. Por motivos administrativos tivemos que encerrar os trabalhos em Piraquara, o templo estava fora de Curitiba e isso nos causava alguns transtornos para desembaraçar a papelada exigida pelas secretaria de ação social.

----------------------------------------------------------------

Continuamos trabalhando e orando, já no terceiro ano; o pastor auxiliar estava no projeto e neste período como o pastor responsável, era a ajuda que eu precisava para poder me dedicar mais a Deus, falar mais dEle, agora tinha com quem trocar estas informações e me fortalecer no caminhar, deixando um pouco de lado as outras atividades. O projeto ainda nos rendeu algumas viagens para Londrina, São Paulo, Minas Gerais e até uma viagem ao nordeste nos deu a resposta vendo o interesse das pessoas em que o mesmo se instalasse naquele lugar. Foi aí que pela primeira vez levei a palavra fora das instalações do projeto.

Tudo fotografado e registrado: --------------------------------------

Ainda correndo atrás de ajuda para o projeto social me deparei com muito trabalho, muitas reformas, muitas aquisições, depois de algum tempo o entendimento que Deus me dava era que o projeto era de evangelização o serviço social e a escola eram somente algumas atividades extras, nos concentramos então em cuidar do espiritual apenas daqueles que estavam conosco e para nossa surpresa alguns se foram, ou seja, Deus eles não queriam, apenas frequentavam pelos benefícios a eles dispensados, muitos tiveram ajudas essenciais, processos jurídicos pagos pelo projeto e todos ganharam os seus processos; Também atendemos algumas necessidades básicas e foi aí que descobrimos que estas pessoas só estavam lá por estes benefícios. Quando entendemos que não estavam ali pelo projeto, foram-se. Mais um pouco só de desabafo. Continuamos cuidando daqueles que permaneceram, principalmente das crianças que era o nosso alvo na evangelização.

A partir desta baixa no projeto começamos realmente a ver crescimento espiritual, os poucos que ficaram e os que depois disto tudo vieram para o projeto começaram realmente a se dedicar ao estudo da bíblia, alguns mostraram interesse em se batizar e começamos a trabalhar com eles e deixamos de lado por um tempo todo o resto. Antes mesmo de completar o terceiro ano este grupo recebeu o batismo nas águas e se encontra no momento no processo de discipulado.

capitulo v

congresso

No mês de outubro deste ano fizemos uma comemoração com a apresentação do templo para outros ministérios que começaram a se achegar, de Curitiba, infelizmente Guaratuba ainda não quis participar, ainda não entenderam a obra do Projeto, não somos uma igreja na concepção que eles estão acostumados, o que queremos é exatamente ajudar as pequenas igrejas já que Deus é tão generoso conosco e nos dá a provisão para este trabalho. Assim nos programamos e fizemos a apresentação a qual nos propusemos.
 

Pra. Maria do Rocio



 

Pesquisa no site

Presente de Deus

Visitantes online

Temos 57 visitantes e Nenhum membro online

Ver quantos acessos teve os artigos
2719397

Ministrações

                                                                                                  

                                                                                               

TEXTOS DO PASTOR

MENSAGEM BÍBLICA DE CURA

A PROFECIA

Resultado de imagem para você é o melhor de deus

 

 

Heróis da Fé

BLOG DO VALLES

Resultado de imagem para VALE DO AMANHECER 

 

 

Versículo

Pois, assim como o relâmpago, fuzilando em uma extremidade do céu, ilumina até a outra extremidade, assim será também o Filho do homem no seu dia. Mas primeiro é necessário que ele padeça muitas coisas, e que seja rejeitado por esta geração.